Buscar

A sua opinião sobre você realmente tem impacto na sua vida?



Aqui vai a resposta baseada em pesquisas! Aquilo que você pensa sobre você faz alguma diferença na sua vida?


Bem, a vida não depende só disso, mas é inegável que as crenças que você tem sobre si mesmo vão ter impactos no seu comportamento, na sua postura diante do que lhe aparece e de como você pauta o movimento dos seus dias. (E o que é a vida senão uma sucessão desses dias?)


Você quer algo mais? Você corre atrás? Você se acomoda e se autodeprecia? Você tem medo do ridículo ou se expõe?


No fim, é como diz a frase de Henry Ford: “Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo”. Quem confirma isso é a psicóloga Carol Dweck e seus 20 anos de estudos e pesquisas.


De acordo com ela, a opinião que você adota a respeito de si mesmo afeta profundamente a maneira pela qual você leva a sua vida.


Como?

Bem, existem dois tipos de mentalidades: a dos que acreditam que suas qualidades são dados fixos e imutáveis. Essas pessoas determinam seu valor por sua capacidade nata e pelo julgamento que fazem dessas capacidades. Por exemplo: “Quando criança me disseram que eu era ruim em Português e eu preferi não investir mais nesse assunto, afinal não é para mim”.

Há também a mentalidade do crescimento, que crê que cada um de nós é capaz de se modificar e desenvolver por meio do esforço e da experiência. Sendo os potenciais de uma pessoa algo imprevisível. Nesse caso: “Quando me disseram que eu era ruim em Português, pensei que havia algo oculto que eu ainda não tinha captado e fui atrás de estudar mais e compreender”.

A primeira mentalidade não acredita no esforço, e quando se vê limitada em alguma tarefa, acredita que não serve para isso e que nada a fará melhorar. Então abandona o posto, abre mão da oportunidade, não busca se aperfeiçoar e costuma “morrer na praia”.

Ao contrário, a mentalidade do crescimento continua tentando. Ela sabe que “Roma não foi construída em um dia” e que é preciso aprender, aperfeiçoar, persistir e ter uma mente aberta. Entende que uma crítica não define seu destino.

Segundo a experiência de Carol Dweck é essa a mentalidade que permite às pessoas prosperar em alguns dos momentos mais desafiadores de suas vidas.

Uma crença gera uma atitude diferente frente ao problema e muda tudo.

Qual é o seu tipo de mentalidade? Fixo ou de Crescimento? Como isso impacta a sua vida?


Viu como a autoestima tem impacto real na nossa existência?

Então, cuide-se bem. Ame-se!


A Inspira lançou O Livro de Afrodite - um guia arquetípico de encontro com a divindade de Afrodite que vive em seu interior. Metade livro, metade caderno de escrita terapêutica, contém 233 exercícios e textos reflexivos e instigantes para conversar com o seu inconsciente e fazer a sua Afrodite sair da concha.

Quer descobrir como? Clique aqui.


Foto: Jack Douglass/Unsplash