Buscar

Será que o seu medo tem sabotado a sua vida?

Atualizado: Jul 1



O medo é o nosso mecanismo de defesa para nos afastar do que é aparentemente prejudicial.

Mas o medo também pode nos afastar do que realmente queremos, os nossos genuínos desejos. Quando isso acontece, outro mecanismo está acionado: o da autossabotagem. A procrastinação e a desistência pela incerteza do futuro dão a tônica da manifestação desse medo.


Essas são as principais manifestações que podem te concretar na redoma da tão (exaustivamente) falada "zona de conforto".


Aqui temos uma reflexão sobre um dos disfarces da autossabotagem: o medo do irreal.


Os seus desejos costumam vir acompanhados de muito medo?


"E se acontecer de... (inclua aqui o cenário mais catastrófico possível)?


Isso pode ser autossabotagem. Pense bem em como seria a sua vida se esse medo passasse e você realizasse o que tem a realizar.


Qual seria o ônus dessa batalha? O que você pensa que perderia no momento que alcançasse o seu objetivo?


Medos que criam grandes imaginações na mente e te bloqueiam de ações precisam ser analisados.


De qualquer forma, aí vai uma sugestão: a maioria dos medos se combate com conhecimento!


Sabe quando você era bem criança e os seus pais te falaram que no quarto escuro tinha um monstro?


Quando você entende que o monstro não existia e que eles só disseram isso para você não entrar lá no escuro e se machucar, você perde todo o medo do monstro.


Na vida adulta continua sendo assim. Quais monstros você vai ter que dissecar hoje para viver sem medo?


E lembre-se: "O medo cega os nossos sonhos" (Charlie Brown Jr.).


Quer aprofundar mais o seu autoconhecimento com a ajuda da escrita terapêutica?


No Caderno da Autossabotagem, trazemos 74 perguntas e exercícios transformadores para você cortar o mal pela raiz e desvitalizar a autossabotagem. Se você deseja se aprofundar, clique aqui.


Imagem: cookiestudio/Freepik