Buscar

Autossabotagem é pulsão de morte?



Que pesado! Pulsão de morte? O que isso quer dizer?


Em 1920, Sigmund Freud introduziu esse termo na psicanálise. Analisando veteranos da Primeira Guerra Mundial, Freud percebeu que em seus sonhos, esses homens revisitavam as mais terríveis experiências da guerra. Por muitas noites eles reviviam de novo e de novo todo aquele perigo iminente da morte.


Freud pensou e concluiu que não somos movidos apenas pelo prazer, mas que existe também uma pulsão que nos leva em direção à morte, nos fazendo repetir atos autodestrutivos. Às vezes, em sonhos, outras vezes, recriando a mesma narrativa traumática da infância com os atores que estiverem à disposição.


Neste sentido, a autossabotagem pode ser encarada como uma pulsão autodestrutiva, que nos leva a agir contra a nossa própria felicidade e realização, muitas vezes presos em uma tentativa de reeditar episódios mal-digeridos do nosso passado.


Ainda está achando estranho o fato de alguém ir contra a sua própria felicidade? Escuta o episódio 5 do nosso podcast. São muitos insights!


⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

E, para apaziguar essa pulsão que leva a autossabotagem, conheça O Caderno da Autossabotagem.


No Caderno da Autossabotagem, trazemos 74 perguntas e exercícios transformadores para você cortar o mal pela raiz e desvitalizar a autossabotagem. Se você deseja se aprofundar, clique aqui.


Foto: Reprodução.