Buscar

Como encontrar o sagrado em mim?



Essa é a estreia da nossa coluna terapêutica Imago Mundi. Aqui, contaremos histórias mitológicas que pautaram o mundo e que vivem dentro de cada um de nós. A finalidade é curativa. Você lê, reflete quais arquétipos está alimentando em você e age em conformidade e compaixão com a sua essência. Neste artigo, falamos sobre o divino em nós e sobre ritualizar a vida.


Uma antiga lenda indiana conta que, no princípio, todos os homens e mulheres eram deuses. Então, eles começaram a abusar dessa condição divina e Brahma, o mestre dos deuses, tomou a decisão de lhes retirar o poder divino e escondê-lo até que fossem merecedores de encontrá-lo e de assumir novamente sua forma de deuses.

Mas qual seria o esconderijo perfeito?

Alguns deuses sugeriram que Brahma escondesse a divindade humana nas profundezas da terra. Mas Brahma anteviu que a vontade do homem o faria escavar por toda a superfície terrestre e ele logo encontraria o tesouro sem ainda estar pronto para isso.

Outros, sugeriram que Brahma jogasse a tal porção divina no fundo do oceano mais profundo. E Brahma novamente recusou. Em algum momento, a inteligência do homem seria capaz de colocá-lo no fundo do mar e ele tomaria sua divindade ainda sem estar preparado para tanto.

Sem saber como resolver a situação, Brahma pediu ajuda ao grande deus Shiva, que encontrou uma solução...

Inscreva-se na nossa newsletter e continue lendo a matéria gratuitamente na nossa revista!

© 2019 por Indominus Mídia.

Revista Inspira