Buscar

Como (re)descobrir o seu poder pessoal?

Atualizado: Ago 12



O finlandeses tem uma palavra para descrever a força interna pessoal que está ao alcance de todos, uma espécie de coragem que faz com que encaremos os desafios da vida de cabeça erguida apesar de todas as inseguranças. A palavra é Sisu.


Às vezes, os medos e incertezas da vida podem te bloquear, mas saiba que dentro de você há uma fonte inesgotável de poder disponível, basta saber encontrá-la para lidar com todas essas situações difíceis. É hora de se reconectar com a sua força!



5 dicas para (re)descobrir o seu poder pessoal

Vista-se como você se vestiria se ninguém fosse lhe julgar.

A forma como você se veste é a forma pela qual você se expressa esteticamente no mundo. Como uma arte viva. Portanto, antes de se arrumar para os seus compromissos do dia, separe um tempo para escolher como você gostaria de se vestir se a opinião alheia não importasse. No final, você pode decidir não sair com tudo que você escolheu, mas vá com uma ou outra peça dessa seleção. Um acessório específico, por exemplo. Ela com certeza vai te lembrar da sua essência enquanto você estiver vivendo o seu dia.


Crie sem a ajuda de receitas. Deixe a sua criatividade fluir através de um texto, um quadro, um poema, uma música, um vídeo, um desenho ou um prato, por exemplo. Sem pensar em copiar as referências para fazer tudo “perfeito”, apenas deixe o artista que há em você tomar conta. Ouse fazer o que ele manda. Se está preparando um jantar, apenas siga a sua intuição e misture os ingredientes da forma que achar mais divertida. Isso te ajuda a escutar a sua própria voz interior!


Ressuscite hábitos felizes. Pense nas coisas que você gostava de fazer e que te deixavam muito feliz, mas que por algum motivo você teve que parar. Volte a fazer! Elas te reconectam com uma parte muito verdadeira de você mesmo.


Pare de se desculpar o tempo todo. Pedir perdão pode ser libertador e, em alguns casos, necessário, mas se desculpar desnecessariamente indica que você provavelmente pensa que nunca está certo sobre o que está fazendo. Permita-se agir e ser como você realmente é! Isso não é agredir ninguém.


Faça algo sozinho, por conta própria. Você consegue, por exemplo, criar um roteiro para o seu próprio dia sem a ajuda de ninguém. Desenvolva essa autonomia. As outras pessoas podem saber de muitas coisas, mas você também é capaz de encontrar respostas para a sua própria vida.


+Bônus!

Medite. A dica é bônus, mas é uma das mais importantes de todas. Cultivar o silêncio, a atenção plena e o exercício da pausa, são ferramentas de autoconhecimento e autocuidado. Em silêncio, você consegue passar mais tempo com você, em um processo de decantação da turbulência dos pensamentos e de contato real com o seu verdadeiro eu, portador de todo esse poder com o qual você deseja se reencontrar.


A Inspira lançou O Livro de Afrodite - um guia arquetípico de encontro com a divindade de Afrodite que vive em seu interior. Afrodite é a deusa das emoções. Metade livro, metade caderno de escrita terapêutica, contém 233 exercícios e textos reflexivos e instigantes para conversar com o seu inconsciente e fazer a sua Afrodite sair da concha.


Quer descobrir como? Clique aqui.


Foto: Guilherme Stecanella/ Unsplash