Buscar

Dançando conforme a (sua) música

Dia #6 - Semana de Imersão em Afrodite Este texto faz parte da Semana de Imersão em Afrodite, que aconteceu na nossa newsletter.


Oi! Como você está se sentindo neste domingo?


Você está com muitos compromissos ou com a agenda livre e curtindo um merecido descanso?


De um jeito ou de outro, hoje eu senti que precisava te lembrar que você é livre.


É isso mesmo.


Não há nada te prendendo.


Às vezes, é mais fácil achar que nós não temos escolhas, mas isso só coloca a gente numa posição de vítima da vida, tira o nosso protagonismo.


A verdade é que você tem escolhas. Você é livre.

Livre para criar a melhor coreografia para levar a vida e lidar com o que te aparece, livre para se entregar aos movimentos misteriosos da existência, livre para ser quem você quiser e criar o seu próprio destino.


Não precisa ficar se apegando ao que você foi um dia, ao que esperam de você, ao que você prometeu que seria ou que faria quando era ainda uma criança. Você é livre, inclusive, para ser imprevisível.


Se você está buscando uma aprovação, Afrodite pode te dar. Ela quer que você dê ao mundo a história que só você é capaz de viver. Se fosse para existir cópias, a fonte de criação do mundo teria criado uma coisa só. Mas ela criou eu, você e quase 8 bilhões de humanos diferentes.


Estou falando isso porque nós separamos uma playlist no nosso canal do YouTube com um monte de música na vibe Afrodite. Tem canções rituais, mantras, MPB, pop, ópera e o que você puder imaginar!


Foi aí que eu pensei como seria legal trancar a porta do quarto, aumentar o som, perder o senso do ridículo e dançar no ritmo que viesse à mente – livre! E logo veio o questionamento “o que é que eu vou fazer com essa tal liberdade?”. A gente não aprendeu a ser livre, né?


Mas ainda dá tempo!


Faça cirandas solitárias e gire junto com o planeta; deixe que movimento se crie sozinho, descubra onde você se permite ir. Qual é o gosto que isso tem? Será que você está muito enrijecida(o)? A espontaneidade vem fácil para você? Será que você segue o seu próprio ritmo?



Aos poucos você vai se soltando e percebendo que você não precisa girar ao redor de ninguém, e que seus movimentos não dependem do olhar do outro. Você é o seu próprio Sol.


Você vai se permitir?


Depois, me conta como foi essa experiência! Vou adorar saber.


Antes deste e-mail terminar, quero te lembrar de dar uma olhadinha no episódio do Podcast Imago Mundi que acabou de sair (temos publicado um episódio todo sábado). O nome dele é: “Afrodite: um caminho para o autoconhecimento”.


Nele, a gente comentou sobre as intercessões entre o mito de Afrodite e os caminhos de descoberta de si. Aproveita para escutar quando tiver tempo! Tem tudo a ver com a nossa imersão. Quer ver?

Falei demais?


Espero que esse conteúdo tenha te feito bem!


A gente se fala de novo amanhã!


Mil abraços e que você possa dançar no seu próprio ritmo! 💙


A Inspira lançou O Livro de Afrodite - um guia arquetípico de encontro com a divindade de Afrodite que vive em seu interior. Metade livro, metade caderno de escrita terapêutica, contém 233 exercícios e textos reflexivos e instigantes para conversar com o seu inconsciente e fazer a sua Afrodite sair da concha.

Quer descobrir como? Clique aqui.