Buscar

O mito de Pigmaleão e Galatéia e a capacidade de Afrodite de trazer vida ao que era pedra

Atualizado: Mar 12


Você se sente capaz de transformar as coisas ao seu redor? E as coisas dentro de você?


Ultimamente, estudando de maneira profunda o arquétipo da deusa do amor, descobrimos que ela traz uma mensagem muito importante sobre a nossa capacidade transformativa.


Muitas vezes na vida, podemos nos sentir imóveis, estagnados, incapazes de dar vida aos nossos projetos e realizar as mudanças que esperamos de nós. Quem nunca se sentiu assim?


Mas Afrodite vem com uma conversa que é também um paradoxo. Ela diz: "Você não precisa mudar nada. Apenas olhe com carinho, encontre beleza no que vê e acolha isso com amor e gentileza".


E é assim que a transformação realmente ocorre. Só amando quem somos que investimos em nós. E só assim melhoramos.


Pense bem: a falta de amor foi o que fez você se sentir inadequado, não merecedor, sujo, desajustado ao mundo. E isso é a origem da maioria dos males psicológicos de que reclama.


Mas se amar por inteiro, mudando a perspectiva com relação ao que não suportamos em nós e aprendendo a ver que há força nisso é o caminho.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A força que procuramos fora está justamente naquilo em nós que consideramos feio e que queremos podar a todo custo.


Afrodite é um arquétipo que vem nos lembrar da capacidade transformativa que mora em nós.


Você se sente capaz de transformar?


Transformar é reinventar o mundo a partir de si mesmo. Quando essa capacidade está ativa, tudo ganha uma luz diferente.


A psicoterapeuta e escritora Jean Shinoda Bolen chamou essa capacidade de Afrodite de "alquímica". Pois, assim como os alquimistas, essa deusa é capaz de transmutar qualquer material simples em ouro: brilhante, precioso e íntegro. Nenhuma poluição consegue corroê-lo...


No mito, Afrodite transforma Galatéia, uma estátua criada por Pigmaleão, em uma mulher belíssima de carne, osso e vida própria. E ela faz isso por meio do amor.


Quando o arquétipo dessa deusa está ativado, qualquer material que enxergamos como algo "sem valor" pode ser transformado em "ouro" por sua influência amorosa e criativa.


"Mas como o amor pode transformar tudo? Isso não é meio clichê?". De jeito nenhum! Se começarmos a amar a nossa alma do jeito que ela é, reconheceremos que as feridas e sofrimentos para as quais procuramos as causas e explicações psicológicas nasceram na verdade de uma falta de amor. É o que explica o psicoterapeuta John A. Sanford.


Quando mudamos a perspectiva com a qual nos olhamos e aprendemos a reconhecer que cada parte de nós está ali com uma função específica, e que nada precisa ser corrigido, podemos fazer as pazes com a nossa própria natureza. E é só a partir daí que conseguimos nos desenvolver. Pois apenas o que reconhecemos existe pode ser melhorado.


Onde há amor, as substância reagem e são transformadas nesse processo.


Você mistura amor às substância (internas e externas) com as quais você interage diariamente:?


Faça disso um processo e verá tudo o que toca virar ouro.


A Inspira lançou O Livro de Afrodite - um guia arquetípico de encontro com a divindade de Afrodite que vive em seu interior. Metade livro, metade caderno de escrita terapêutica, contém 233 exercícios e textos reflexivos e instigantes para conversar com o seu inconsciente e fazer a sua Afrodite sair da concha.

Quer descobrir como? Clique aqui.


TESTE como está o arquétipo de Afrodite dentro de você. Clique aqui para ir ao teste.


Imagem: Autor desconhecido