Buscar

O tédio e desencantamento com o mundo

Atualizado: Mar 12


Já reparou se você sente tédio frequentemente?


Será que é mesmo tudo culpa da rotina?


Quando estamos deslocados da ciência de nossos gostos e desejos, pode ser que percamos o brilho nos olhos pela vida - enxergar o novo com entusiasmo e olhar com admiração para o que é velho.


Sem percebermos, acabamos transformando o outro num norte, que nos diz e nos mostra o que devemos fazer: o que os outros fazem (conformismo) ou o que os outros querem que façamos (totalitarismo), como nos lembrou o neuropsiquiatra Viktor Frankl.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

É assim que o mundo, com toda sua riqueza para os nossos sentidos e aprendizados, parece sempre "mais do mesmo".

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O brilho nos olhos é retomado quando perdemos a angústia de fazer o que queremos, sem sentirmos que estamos perdendo algo - aquilo que pode estar acontecendo na casa ao lado -, ou mesmo que deveríamos estar fazendo outra coisa.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O melhor caminho para o reencantamento com o mundo é o autoconhecimento, que faz você elaborar um sentido para os seus dias. Assim, você retoma o domínio da sua própria narrativa, com os seus gostos, desejos e prazeres.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Agora, uma reflexão para o "dia internacional do tédio", como alguns chamam o domingo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Será que esse tédio é originado por não ter nada para fazer? Ou será que é o contrário, por ter tanta oferta do que fazer e não saber o que escolher?


A Inspira lançou O Livro de Afrodite - um guia arquetípico de encontro com a divindade de Afrodite que vive em seu interior. Metade livro, metade caderno de escrita terapêutica, contém 233 exercícios e textos reflexivos e instigantes para conversar com o seu inconsciente e fazer a sua Afrodite sair da concha.

Quer descobrir como? Clique aqui.


TESTE como está o arquétipo de Afrodite dentro de você. Clique aqui para ir ao teste.


Imagem: Andrea Piacquadio/Pexels