Buscar

Será que você vive um relacionamento simbiótico?

Atualizado: Ago 12




Simbiose é um conceito da Biologia que define a associação de dois ou mais seres de espécies diferentes, que acabam se comportando de forma muito dependente, como se fossem um só organismo.

Essa relação serve de metáfora para falarmos de construções psicológicas e afetivas como a do bebê recém-nascido com sua mãe, uma vez que passaram sendo 9 meses habitando um mesmo corpo e dada a dependência que a criança tem de um cuidador para sobreviver durante este primeiro período.

Durante essa primeira fase da vida, um indivíduo pode definir que amor e simbiose são uma coisa só. E que, para ser amor, deve haver a fusão de dois em um.

É como no mito de Hermafrodito, em que a ninfa Salmácis, pela força de seu desejo, pede aos deuses que se una para sempre ao objeto de sua paixão. Acabam virando uma coisa só.

Essa fusão, à nível psicológico, é observada em relações que seguem a seguinte equação: 1+1=1.

Nesse sentido, um dos dois lados (ou mesmo os dois) se anulam em nome de se tornar um só com o outro. Incorpora-se os gostos, os grupos de amigos, o estilo, as opiniões e os gestos do outro. Não há vida sem o outro.

Isso pode ocorrer em relações romântico-afetivas, familiares e entre amigos.

A pessoa que tem tendência à simbiose tem dificuldade em definir quem é ela e quem é outro, afinal, costuma ter entendido isso como amor a vida inteira e se esqueceu de construir um ego bem delimitado.

Quando isso é entendido é preciso buscar autonomia, independência, ressignificar o que se entende por amor e, com isso, romper a simbiose e propor uma reciclagem dentro da relação, levando-a a uma fase mais madura, em que a soma de 1+1 vai ser sempre igual a 2, dois indivíduos completos e complexos que, por amor, decidem estar juntos.


A Inspira lançou O Livro de Afrodite - um guia arquetípico de encontro com a divindade de Afrodite que vive em seu interior. Metade livro, metade caderno de escrita terapêutica, contém 233 exercícios e textos reflexivos e instigantes para conversar com o seu inconsciente e fazer a sua Afrodite sair da concha.

Quer descobrir como? Clique aqui.


Arte: autor desconhecido.