Buscar

Você sabe usar as suas emoções do jeito certo?




Raiva, alegria, medo, tristeza, cansaço, nojo, prazer, entusiasmo. E o pulso ainda pulsa. E é justamente por isso que o pulso pulsa.


Essas emoções são parte constituinte do que chamamos de ser humano. Mas ser humano é um desafio. A espontaneidade nem sempre é fácil. Ela pode nos tornar alvo fácil para o olhar alheio: “Nossa, como você é boba/ frágil/ infantil/ desequilibrada(o)/ covarde/ inútil”. Quando isso acontecer, tome cuidado para não deixar o olhar do outro sobre as emoções colonizar o seu próprio olhar sobre você mesma(o).


Todo mundo sente emoções e quanto mais você reprime, mais elas te dominam. Então, fique feliz se você consegue canalizar as suas emoções em algo positivo: nem que seja um choro ou uns gritinhos inofensivos de vez em quando.


Você permite que as suas emoções venham à tona?


Vamos ressignificar juntos as emoções e o motivo delas existirem! Afinal, elas não estão aí só pra atrapalhar a sua vida. Tem algo muito mais profundo que nunca te contaram sobre cada uma delas!


Tem emoção que a gente só pensa em se livrar depressa e parar de sentir!

O mensageiro pode ser chato, mas qual será a mensagem que essa emoção quer transmitir?

As emoções dão pistas de como você se sente diante de determinada situação e têm suas funções psicológicas, que podem ser usadas a seu favor se você começar a entender a sua linguagem.

Raiva: está ali como uma energia de amor-próprio que nos impulsiona a estabelecer limites saudáveis, lutar contra aquilo que a gente considera injusto.

Quando você sente raiva?

Inveja: mostra o que a gente deseja e ainda não conseguiu admitir. Faz sentido pra você?

Tristeza: coloca a libido para dentro, pedindo que você olhe mais para você e reconheça suas verdades. Está se sentindo triste? Hora de focar um pouco em você mesmo.

Medo: te pede para se cuidar e se proteger, ou pode também te pedir para conhecer melhor o seu “bicho-papão”, investigar e ir a campo, experimentar. Sabia que muitos medos nascem da nossa falta de conhecimento? O que te amedronta?

E lembre-se:


Equilíbrio mesmo é dar espaço para que cada uma das suas emoções possa se expressar.


A tal da “poker face” diante da vida tem consequências piores do que dar uma “surtada” de vez em quando.


A Inspira lançou O Livro de Afrodite - um guia arquetípico de encontro com a divindade de Afrodite que vive em seu interior. Metade livro, metade caderno de escrita terapêutica, contém 233 exercícios e textos reflexivos e instigantes para conversar com o seu inconsciente e fazer a sua Afrodite sair da concha.

Quer descobrir como? Clique aqui.


Foto: Domingo Alvarez E/Unsplash