Buscar

Como praticar a escrita terapêutica?




Quando falamos de escrita terapêutica, é só pegar papel e caneta e sair escrevendo qualquer coisa?


Não.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Para aproveitar melhor esse momento e fazê-lo ser, de fato, terapêutico, listamos algumas dicas de como praticar a escrita terapêutica para obter mais reflexões, conexão consigo mesmo e os resultados comprovados.


  1. Ao escrever, foque menos na descrição e mais na emoção que sentiu diante de um acontecimento.

  2. 2. Questione suas atitudes e duvide das suas certezas. Assim é possível identificar padrões e mudá-los.

  3. Não registre apenas acontecimentos, mas também pensamentos que parecem ser "aleatórios". Essa escrita intuitiva é ótima para o autoconhecimento.

  4. Não há como mudar o que já foi feito, pense a partir daí. O que você pode fazer agora?

  5. Não tenha medo de escrever. Essas palavras são só para você. Seja sem filtros!

Desenvolvemos O Caderno da Autossabotagem com 74 exercícios de escrita terapêutica e perguntas-guia (assim fica bem mais fácil, né?) com o objetivo específico de desvitalizar esse vilão que mora dentro de nós mesmos e insiste em sabotar os assuntos mais importantes da nossa vida.


É uma prática de encontro consigo mesmo riquíssima em autoconhecimento e retomada de poder pessoal. Clique aqui para saber mais!


Foto: Ivan Samkov/ Pexels

© 2019 por Indominus Mídia.

Revista Inspira