Buscar

O que Picasso nos ensina sobre evoluir?

Atualizado: Ago 12


Foto: Domínio público/ Wikipedia.org


O pintor espanhol Pablo Picasso criou autorretratos dos 15 aos 90 anos. E isso tem uma lição a nos ensinar!


Em termos artísticos, Picasso pede para que não interpretemos esses autorretratos como uma evolução de sua técnica, mas como o desenvolvimento integral de cada estilo artístico em si. “Diferentes temas exigem diferentes métodos de expressão. Isso não implica qualquer evolução ou progresso. É seguir uma ideia e ir até onde e como ela quer se expressar”, afirmava ele.


Mas se analisarmos o artista, veremos que para um pintor se tornar Pablo Picasso, o nome que todos lembram, houve tremenda disciplina aplicada ano após ano no esforço de dominar as técnicas para criar (e reinventar) seu próprio estilo.


Como diz a própria frase do artista espanhol:

“A inspiração existe, mas tem de te encontrar trabalhando”.


Não perca tempo esperando o melhor momento ou você se sentir extremamente preparado. Muitas vezes, nossa mente controladora e o ego nos exigem perfeccionismo. Mas se você espera muito, perde a chance de ir se desenvolvendo e evoluir.


“Só fazemos melhor aquilo que repetidamente insistimos em melhorar. A busca por excelência não deve ser um objetivo, e sim um hábito” – Aristóteles.


Esperamos que esse texto tenha despertado em você aquela sementinha que estava guardada por trás de desculpas como "é tarde demais para começar", "vou passar vergonha" ou, pior, por de baixo de comentários ácidos sobre as pessoas que estão na arena, no lugar aonde você queria estar, indo atrás de realizar seus próprios sonhos, metas e propósitos.


Só atinge o nível máximo aquele que tenta. Chega de se sabotar!


No Caderno da Autossabotagem, trazemos 74 perguntas e exercícios transformadores para você cortar o mal pela raiz e desvitalizar a autossabotagem. Se você deseja se aprofundar, clique aqui.

Se você ficou curioso(a) para ver a evolução dos autorretratos de Picasso, clique aqui!