top of page
Buscar

O que significa ter Afrodite como deusa interior?

Foto: Ekaterina Nt/ Pexels

O que significa ser uma mulher-Afrodite? Ou o que quer dizer ser um homem-Afrodite? Quais são as características psicológicas levantadas pela deusa Afrodite? Afrodite (ou Vênus, como era conhecida pelos romanos) é a deusa da beleza, da autoestima, do amor, da sensorialidade e do prazer sexual na mitologia grega. Mais que uma figura religiosa dos tempos antigos, ela representa um padrão de comportamento que age a partir do inconsciente explicando os tipos de consciência, mecanismos de defesa e os padrões de repetição que uma pessoa que se identifica com o arquétipo pode desenvolver.

 

Será que você tem uma Afrodite dentro de você?

De natureza atraente e envolvente, as pessoas que se identificam com essa deusa costumam ser sempre notadas. Onde entram, os olhares as encontram. Com esse chamariz magnético natural, pode acontecer de serem um pouco mimadas, como se sua palavra fosse lei ou como se todos devessem parar o que estiverem fazendo quando ela convida a atenção para si.


Apesar de seu jeito sedutor, essa deusa – assim como quem tem ela viva no inconsciente – guarda uma certa inocência, pureza e ingenuidade. Tem uma personalidade espontânea, vibrante, apaixonada e apaixonante.


Essa pessoa é afeita a conexões. Seu maior prazer pode ser ouvir histórias, trocar figurinhas, deixar a vida do outro lhe tocar. A pessoa Afrodite tem um olhar de beleza sobre as coisas e vê a beleza como uma trilha para o sagrado, como um caminho para a religação com a magia do mundo.



Uma consciência sensorial

Essa pessoa é muito conectada aos sentidos. Tudo aquilo que chega ao seu corpo (imagens, sons, texturas, sabores e perfumes) pode despertar prazer. E é também escutando seu corpo que ela entende para onde deve ir, o que deve continuar e o que deve chegar ao fim.


A pessoa-Afrodite pode se beneficiar muito de técnicas de mindfulness, para estar ainda mais atenta a esse poder que já lhe é natural. Da mesma forma, práticas de escrita profunda podem ajudar a unir corpo-coração-cérebro na hora de fazer escolhas mais conscientes e que beneficiem (a longo prazo) a pessoa mais importante da sua vida: você.


Antes de tudo: do que eu preciso?

A pessoa-Afrodite – ou aquela que deseja integrar o lado mais positivo dessa imagem arquetípica em sua própria psique – precisa ouvir seus sentimentos e usá-los como uma bússola. Como explicamos, existem métodos para isso ser feito com mais sabedoria.


Sua busca por prazer imediato não deve excluir seu amor-próprio.


Mecanismos de defesa de Afrodite

Ela não é boa em sustentar dramas e tragédias por muito tempo. Sofrer não é o que a pessoa-Afrodite faz de melhor. Sua natureza costuma ser tipicamente alegre. Na tentativa de se desenroscar daquilo que a aflige pode fingir que nada está acontecendo (o que tem um alto custo psicológico), bem como sentir e viver a intensidade do que a incomoda, mas usar essa energia para criar - criar a própria vida como uma obra de arte ou criar arte, coisa que essas pessoas costumam fazer muito bem.


Afrodite nos relacionamentos

O sexo é muito importante nos seus relacionamentos, devido a sua sensorialidade extrema. Mas o modo como essa pessoa se relaciona é pelo apaixonamento. Talvez ela seja a última das românticas. Aquela fase que ficou muito marcada como típica do início de um relacionamento – olho no olho, borboletas na barriga ao ver a pessoa chegando, declarações de amor, abraços depois do sexo – é o que a pessoa-Afrodite busca permanentemente.

Lições da deusa

Existem lições que a pessoa que vive sob o complexo de Afrodite deve aprender para que possa desvitalizar aquilo que empaca a sua vida e seguir em frente integrando as polaridades da Grande Deusa como um todo. Em resumo, são estas:

  1. Escute as mensagens do seu corpo;

  2. Diga mais "sim" para o que aparecer na sua vida;

  3. Cerque-se de beleza;

  4. Seja fiel a si mesma(o).

Se você gostou desse post, saiba vai nos ajudar muito se você puder compartilhar com as pessoas-Afrodite da sua vida. A gente já te agradece muito!


Dica: tem muito mais aqui!

Afrodite é uma das faces da Grande Deusa fragmentada que forma o feminino na nossa cultura e no nosso inconsciente. Ela é um dos pedaços a serem buscados em nós e seu equilíbrio depende de outras seis deusas, como você pode entender melhor nesse post anterior (aqui).

A Inspira lançou o livro As Deusas Gregas e o Inconsciente - escrita profunda e narrativas míticas. Nele, reunimos o perfil psicológico de oito deusas gregas que podem estar guiando a sua vida a partir do seu inconsciente. Você vai encontrar sabedorias e exercícios de escrita profunda para cada uma delas, te ajudando a se conscientizar das forças que te mobilizam, integrar as que estão nas sombras e se familiarizar com todas essas potencialidades.


Quer saber mais? Clique aqui!


Além disso, temos um livro inteiros com mais de 230 exercícios de escrita profunda para você se aproximar da sua Afrodite interior. É O Livro de Afrodite. Clique aqui se quiser conhecer!


Comments


bottom of page