Buscar

Como ser antifrágil?



Mas o que é ser antifrágil?

Ser robusto não é sinônimo de antifrágil. Enquanto o robusto passa por situações inesperadas sem ser afetado (e também se transformar), o antifrágil cresce com as adversidades.

“Se você pretende tornar-se antifrágil, coloque-se na situação de ‘apreciar os erros’ – em vez de ‘odiar os erros’ -, fazendo-os numerosos e pequenos no sentido do dano potencial”, diz Taleb.


Essa é uma das dicas para sobreviver num mundo instável e pautado pela aleatoriedade, como é hoje em dia.

Como ser antifrágil?

1. Quando uma situação difícil acontecer, encare-a de frente.

2. Então pergunte-se: “como posso usar esse acontecimento a meu favor?”

3. Observe as ferramentas que você tem à disposição.

4. Estude situações parecidas ocorridas anteriormente.

5. Reinvente-se. Use a aleatoriedade para vislumbrar novas possibilidades. “O vento apaga uma vela e energia o fogo”.

6. Tenha sempre caminhos alternativos para dar continuidade ao que estava fazendo.

7. Lembre-se do que aprendeu com os erros anteriores e de que situações como essa passam, mas o importante é como utilizamos elas para o nosso crescimento.


A Inspira lançou O Livro de Afrodite - um guia arquetípico de encontro com a divindade de Afrodite que vive em seu interior. Metade livro, metade caderno de escrita terapêutica, contém 233 exercícios e textos reflexivos e instigantes para conversar com o seu inconsciente e fazer a sua Afrodite sair da concha.


Quer descobrir como? Clique aqui.


Foto: Trym Nilsen/ Unsplash