Buscar

Os diferentes tipos de (auto)sabotadores. Quem é você?




O seu sabotador interno pode assumir diferentes formas. Umas têm cara de obsessão, fazendo você não parar quieto. Outras, vão se manifestar por meio da apatia e da procrastinação.


Docinho de coco

Não impõe limites e sua bondade e prestatividade vão além do saudável. Acaba fazendo tudo pelos outros procurando por aceitação. Esse comportamento estimula o egoísmo e o senso de superioridade dos demais. Com isso, você anula os seus próprios projetos, se sobrecarregando com as vontades dos outros. Busca que suas ideias sejam autorizadas por alguém.


Crítico

Sua palavra principal é o julgamento. Está sempre julgando tudo e todos e isso inibe a sua própria ousadia de tentar coisas novas e especiais para você. Pode ser reclamão e pessimista, essa pessoa vê problema em tudo.


Rápido no gatilho

Impulsivo, falta paciência e autocontrole com os processos. Se uma coisa não deu o resultado esperado ou ele perde o interesse, já pula para uma outra. Não é detalhista. É criativo, entusiasmado e adora realizar coisas novas.


Tartaruga

Resistente a mudanças e a novidades, mesmo às que claramente lhe serão positivas. Pessoa de hábitos sólidos e rotina. Não se sente à vontade e relaxada com as incertezas da vida e seu medo a impede que se desenvolva.


À prova de balas

Excessivamente confiante. Isso também pode causar problemas. Tem ilusões de grandeza, não pede conselhos, não costuma escutar as outras pessoas e, no fundo, se sente superior a todo mundo. Não calcula direito seus projetos e acaba fracassando em suas metas.


Catatônico

Não é aquela pessoa motivada e raramente tem iniciativa própria. Procrastina até não poder mais. Para essa pessoa o importante é curtir a vida, mas não tem uma ideia clara de para onde está indo ou do que deseja viver. Falta um pouco de paixão, propósito e determinação.


Ostra

Pouca autoconfiança. Possui talentos, mas nunca consegue colocá-los em prática por medo. Sempre acha que tem alguém mais talentoso. É autocrítico, perfeccionista e muito preocupado com a opinião dos outros. Dificuldade em se abrir para o mundo.


Os tipos de sabotadores citados nesse artigo foram extraídos do livro de Flip Flippen, "Pare de se sabotar e dê a volta por cima".


No Caderno da Autossabotagem, trazemos 74 perguntas e exercícios transformadores para você cortar o mal pela raiz e desvitalizar a autossabotagem. Se você deseja se aprofundar, clique aqui.